Lendo e ouvindo a música

Desenhos de Jorge Queiroz da Silva

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Ainda outro tipo inesquecível

Famoso industrial franco-português, era armador, banqueiro internacional, dono de império cimenteiro na Europa e África e tinha se empolgado pelo Brasil na década de 1960, por ocasião do governo de Juscelino Kubitschek. Consta que teria feito promessas ao nosso governante de trazer para o nosso País, a sua experiência no campo financeiro e no campo industrial. Aqui, ele, Antonio Champalimaud, se instalou como industrial, inaugurando a Soeicom Cimentos no Município de Vespasiano, a setenta quilômetros de Belo Horizonte. Organizou todas as outras Empresas daquela holding, como, por exemplo, a Tração Transportes, a Gestil de Participações Industriais e Comerciais, a Sogesta de Expansões e Negócios, a Tagide de Representação e Comercialização, a Real Rio de Seguros, a Taxi Aéreo Sinuelo , a Fazenda Três Rios, a Fazenda Imperatriz do Maranhão e outras tantas no sentido de aumentar o seu poderio industrial no Brasil.Não estando satisfeito com a forma política , tributária e social das leis do nosso País , resolveu ao final da década de 1980 retornar para a Europa deixando todo aquele complexo industrial e agro-pecuário arrendado à brasileiros que, conhecedores do nosso sistema, teriam mais facilidade em manter os negócios em giro. Foi uma pena o regresso,pois era um saudável industrial e banqueiro, que, sem dúvida, sofreu injustiças numa terra ainda sem formação, que ainda o perseguiu com a triste ousadia da imprensa marrom, notória em todos os povos de terceiro mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário