Lendo e ouvindo a música

Desenhos de Jorge Queiroz da Silva

domingo, 17 de outubro de 2010

A APOSENTADORIA COMPULSORIA DA CARTEIRA DE HABILITAÇAO!


Temos que correr atrás das soluções mais rápidas e aquelas que envolvam a diminuição dos desastres de veículos.
Pelas placas exibidas nas estradas limitando a velocidade dos automóveis, dos ônibus e caminhões, com a colocação dos tacômetros, os acidentes já começaram a diminuir na nossa cidade, mas as estatísticas poderiam estar bem melhores.
Um dos motivos porque ainda não melhoraram, foi mostrado ontem na TV e bem mais grave, exibindo os guardas municipais levando propinas, em diferentes pontos da nossa cidade.
Os tais “guardetes” de trânsito, são as nossas verdadeiras e falsas autoridades públicas, filmadas, quando fingiam endireitar as suas meias, num banco de um determinado jardim, enquanto o motorista da infração, jogava o dinheiro na grama para que ele pegasse.
Pergunto a vocês de que adianta a lei seca funcionando, se a nossa polícia não faz o seu papel de fazer cumpri-la com autoridade?
Essa história do ato de entregar os documentos de habilitação, já com a nota dentro da carteira, é muito antigo, e de muito mal gosto. É um ato corruptor e muito corruptível.
Acredito que o nosso governo municipal e os nossos governantes deveriam também limitar por lei, a obtenção de carteira de habilitação até os 65 anos.
Considero um risco duplo para o idoso fazer uso dela e da futura vitima .
Isso, de mortes e acidentes causadas por pessoas idosas, poderia ser constatado se o Detran se dispusesse a fazer um levantamento estatístico.
O que observamos, cada vez mais, são pessoas de setenta anos ou mais, até dirigindo taxis, esquecendo que o envelhecimento físico e o estresse causado pelo trânsito da Cidade, são fatores mais do que importantes nessa avaliação.
Mesmo eu, com setenta e seis anos e com minha habilitação já inutilizada, corro esse risco ao me transportar, como ocorreu ontem, quando num taxi de uma empresa conceituada, fui conduzido por um motorista com oitenta e três anos e ainda por cima, hipertensivo.
Ali, durante o trajeto, não pude deixar de pensar que o desastre para o idoso será sempre uma presa fácil para a sua morte.
(Jorge Queiroz - 11 de outubro de 2010)
Fonte da imagem:robsonpiresxerife.com

Um comentário:

  1. boa idéia essa e ainda mais com a facilidade para se comprar carros.
    abraços
    miguel

    ResponderExcluir