Lendo e ouvindo a música

Desenhos de Jorge Queiroz da Silva

domingo, 13 de novembro de 2011

OS MARAVILHOSOS HOMENS INVISÍVEIS DOS BRICS DO MUNDO

Uma grande parte dos brics está sendo hoje homenageada, em algum lugar do mundo.
Não importam seus nomes, nem as empresas onde trabalham, porque todos esses homens labutam na inversão contrária à falta de proteção terrestre.
Eles buscam nos sub-solos a industrialização e a perfeição, em áreas de diferentes valores e de sentido crescente na segurança dos negócios do Universo.
Esses homens governam dentro dos mercados dos negócios mais valiosos, que seguram a base econômica do nosso planeta.
Atuam em seu trabalho, com máquinas perfuratrizes, com caminhões gigantes fora de estradas que chegam a atingir seis metros de altura, com vagões térmicos de trens, com a utilização do monitoramento de gruas para o transporte de toneladas de materiais e com a regulagem constante de seus fornos que em momento algum poderão deixar cair suas calorias.
Eles assim, dão comando ao aproveitamento do sub-solo nos formatos econômicos, tais como: o ouro que é de valor idêntico em todas as partes do mundo, o ferro e os aços transformados desde o minério de ferro ao aço doce e ao aço inox já coberto de níquel. E, sem falarmos de outros tipos de minérios na área de quartzo e minérios especiais.
Vejam vocês a extensão do trabalho desses homens.
Hoje, eu abraço e cumprimento um jovem engenheiro, meu cunhado, por completar vinte e cinco anos de trabalho numa dessas indústrias, trabalho esse, imbuído em grande parte do mundo pelas suas constantes viagens de aplicações de novas tecnologias.
Finalizando, digo e afirmo que esses são os homens que solidificam os nossos solos, garantindo assim a presença da importante segurança nas áreas de todas as construções inerentes a vida humana.
Digo ainda que os chamo de homens invisíveis, pois eles além de rodarem o mundo em busca dessas novas aplicações, estão sempre em locais de difícil acesso ao nosso olhar, como dentro de fornos ou a seis metros de altura conduzindo cargas de minérios para fusão ou distribuição nos embarques marítimos.
Parabéns a esses homens que hoje são homenageados.
(Jorge Queiroz, 15/12/10, em ditado)
Fonte da imagem:mgamineracao.com.br

Um comentário:

  1. Olá Jorge,
    Parabéns por seu blog.
    Irei citá-lo ainda esta semana quando postar texto sobre o produto Pitú-Cola (a versão industrializada do "Samba em Berlim - sobre o qual você já escreveu brilhantemente)
    Grande abraço
    Claudio Carneiro

    ResponderExcluir