Lendo e ouvindo a música

Desenhos de Jorge Queiroz da Silva

domingo, 25 de outubro de 2009

Curioso, muito curioso, cadê o segundo mundo?

Vivo diariamente observando nos noticiários de jornais, revistas e televisão, a seguinte expressão, que afirma que as coisas no Brasil só acontecem, porque somos, um país do 3º mundo. E, esta afirmativa é por demais utilizada, quando a falta de emprego se apresenta, quando a saúde não é olhada com interesse, quando faltam escolas às crianças, quando a segurança fica abandonada, quando os políticos só fazem política, quando os sequestradores só são presos após o pagamento do resgate, quando os nossos padres passam a ser sucesso na música popular, quando só se aprovam leis nos recessos do Congresso, quando a poupança do povo é confiscada, quando o governo é o primeiro a aumentar os seus preços, quando a exploração do trabalho infantil se faz atuante, quando a cesta básica deixa de ser básica e quando o salário termina e o mês continua. E assim, as desculpas aparecem a cada novo dia e começamos a acusar o FMI. Falamos dos países do primeiro mundo, porque os americanos são uns filhos disso e daquilo, porque os ingleses são monarquistas, os italianos são faxistas, porque os franceses são elitizados e os japoneses exploradores do ser humano. Bolas!... Se pelo que sabemos, o primeiro mundo, é poderoso e explorador e o terceiro mundo é fraco, endividado e sem alternativas, eu gostaria muito de saber, como é o segundo mundo, que ninguém fala dele... Mas pelo que vejo, deve ser o Céu e quero clamar aqui à nossa mídia que faça um estudo prolongado a respeito deste novo mundo: - o segundo mundo, que muito tem despertado a minha curiosidade. Deixem de falar do primeiro e do terceiro, pois acho, que a nossa salvação deve estar no segundo ou quarto mundo, que até agora é para nós um mundo desconhecido. E em razão disto, eu peço: - mandem até este mundo desconhecido, aquele repórter , o Roberto Cabrini, aquele mesmo da câmera indiscreta, para fazer uma reportagem ao vivo neste tão desconhecido segundo mundo, que ninguém fala dele e nem mostra nada dele, mas que deve ser maravilhoso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário