Lendo e ouvindo a música

Desenhos de Jorge Queiroz da Silva

quarta-feira, 11 de maio de 2011

MINHA CONVIVÊNCIA COM OS FRANCESES

Meu primeiro contato com esse povo, foi com a professora Duttel, no Colégio Brasileiro de São Cristovão, onde eu estudava.
Um certo dia, a lição de casa que teríamos que decorar para cantar em sala de aula, era a canção francesa, “PRET MOI TA PLUME!”
Eu, por distração, não anotei o pedido da professora e conseqüentemente não estudei a tal canção.
Em sala de aula, fui chamado pela minha professora, a madame Duttel, para cantar, e não consegui, já que não havia estudado.
Como aquela aula era a primeira do primeiro turno, na parte da manhã, ela resolveu me castigar, fazendo com que eu a acompanhasse de sala em sala, para assistir a todas as aulas de francês e poder decorar a tal canção.
Como se “aquela vergonha” não me bastasse, me fez acompanhá-la até sua hora do almoço, onde me fez almoçar com ela, para repetir o mesmo procedimento nas aulas do turno da tarde.
No final de tudo, ela, furiosa, me cobrou se eu tinha aprendido “La canson”. Felizmente, eu pude provar a ela que eu sabia cantar a canção inteira, de trás para frente, e que nunca mais poderia esquecê-la, mesmo que decorressem mais de sessenta anos.
Parece que aquele colégio estava fadado a marcar de uma maneira controversa minha convivência com os franceses.
Um novo incidente com o meu professor de desenho geométrico, ocorreu logo em seguida.
Estava eu conversando em aula e o senhor Alexandre Dumas, vulgarmente chamado por nós, seus alunos, como (Vá lá em pé no canto), me colocou de pé, com a cara no vértice da parede da nossa sala de aula, por quase duas horas, pois teríamos a seguir a hora do nosso recreio, gritando: “vá lá em pé no canto, menino”!
Acho que a vida não quis que eu tivesse só lembranças más dos franceses, pois pude, mesmo depois daquele incidente, sentir o interesse daquele professor no meu aprendizado e vê-lo a me acompanhar de perto, no meu desempenho como aluno, fazendo com que eu me transformasse em um ótimo projetista e influindo no meu interesse pelos desenhos.

(Jorge Queiroz da Silva - agosto/2010)
Fonte da imagem:alemdovinho.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário