Lendo e ouvindo a música

Desenhos de Jorge Queiroz da Silva

sábado, 13 de novembro de 2010

OS NÚMEROS PODEM SER NEGATIVOS, MAS O BALANÇO GERAL DO PRODUTO, TEM QUE SER POSITIVO E VERDADEIRO!


Viver é lucrar.
Os brasileiros de hoje já nascem ricos.
Antigamente se afirmava que, nós brasileiros, nascíamos devedores.
Atualmente estou convicto de que cinco minutos de Brasil produtivo vale mais do que sessenta minutos de qualquer outra nação do Continente, seja ele europeu, africano ou americano.
Estou certo de que seremos eternos vitoriosos nas discussões de qualquer tema em razão de crescimento e de fortalecimento, pois o nosso Brasil sempre foi grande, mas tímido por natureza, para encarar as vivências e a tecnologia de um mundo tão antigo.
Posso afirmar que o brasileiro começa agora a aprender a trabalhar e a se valorizar.
Desde a década de cinqüenta, quando me profissionalizei, observo que toda nação que se envolve nesse campo de crescimento, costuma se acercar de idéias e conceitos para garantir sua sobrevivência.
Eu, iniciei meus caminhos profissionais, valendo-me dos constantes diálogos com o grande Milton Costa Lenz Cesar, autor da prerrogativa de que “em cada cem, só podemos perder cinco”, o que proporcionou-lhe criar a Caderneta de Poupança Morada.
O citado Senhor, não me ensinou a poupar, mas sim mostrou-me as razões de poupar, como sendo as inseridas no contexto de um povo que almeja o crescimento.
Era na época um consultor empresarial famoso, dono da empresa CONSEMP, detentor de cursos de treinamento no exterior e Diretor Superintendente do grupo farmacêutico onde eu trabalhava.
Eu funcionava como seu assessor direto e chefe do setor de planejamento e controle da produção. Com ele aprendi primeiramente, que devemos ganhar na compra e não na venda, pois o nosso lucro já vem embutido no nosso preço de compra e esse lucro embutido nos garantirá o nosso acerto ao comprar.
Aprendi também com ele, que os números devem sofrer análise diária e mesmo figurando negativamente, em sua análise motivacional, podem demonstrar resultados positivos.
Nas apurações verdadeiras identificaremos as causas individuais de cada grupo analisado, levando-se em conta as considerações nele envolvidas.
Ao balancearmos um produto para fixar seu preço de venda, temos que levar em conta suas características próprias, como peso, tamanho, cor, brilho e capacidade.
O desperdício sempre foi para o Dr. Milton, o caminho da perda.
Analisando hoje, a perda sistemática do Brasil, retardando seu crescimento, tenho saudades do Dr. Milton e de sua forma evolutiva de viver e ensinar.
(Jorge Queiroz - 11/11/10, em ditado)
Fonte da imagem:ambergo.pt

Nenhum comentário:

Postar um comentário